Novos
Share |

CB1000R 2018

CB1000R 2018

Informação Adicional

Motor Tipo 4 cilindros em linha, 4 tempos DOHC
Cilindrada 998 cm3
Potência Máxima 145CV (107kW ) /10.500 rpm (95/1/EC)
Binário Máximo 104Nm/8.250 rpm (95/1/EC)
Alimentação Injecção electrónica de combustível PGM-DSFI
Depósito de Combustível 16,2 litros
Embraiagem Multidisco húmida
Caixa de Velocidades transmissão 6 velocidades
Transmissão Final Transmissão final Corrente
Quadro Tipo Monotrave em aço
Dimensões 2.120 mm x 789 mm x 1.095 mm
Altura do Assento 830 mm
Peso em ordem de Marcha 212kg
Suspensão frente Forquilha Showa SFF-BP USD
Suspensão retaguarda Showa BRFC com afinação da pré-carga da mola e do amortecimento
Pneu Frente 120/70-ZR17
Pneu Retaguarda 190/55-ZR17
Travão frente 2 Discos hidráulico de 310mm. ABS de 2 canais
Travão retaguarda Disco de 256 mm. ABS de 2 canais
Fabricante Honda

1. Introdução 

 Nesta última década, o mundo das motos mudou muito em termos do que os motociclistas esperam das suas montadas – o que fazem, o seu aspecto e como elas os fazem sentir. E a Honda nunca teve receio em aplicar as suas tecnologias, engenharia e imaginação para criar motos que pudessem preencher as novas lacunas que foram surgindo no mercado.

 A nova CB1000R é um destes produtos.

 O modelo de 2018 destaca-se das demais afastando-se da fórmula dos modelos naked de grande cilindrada, derivados das super-desportivas de série, criando uma moto que funde a funcionalidade entusiasmante com formas radicalmente frescas e renovadas, num conjunto de elevada elegância e valor estético, um super-modelo de duas rodas. Esta é uma moto com aspecto, sentido e performances muito diferentes do resto.

 Para criar esta nova identidade, os engenheiros de desenvolvimento da Honda reavaliaram todo o conceito Sport Naked-Streetfighter puro subjacente à CB1000R actual, aumentaram as suas performances e acrescentaram um toque de inesperado". Guiados por uma componente minimalista "retro-industrial", os engenheiros despiram por completo o modelo, retiraram-lhe a sua inspiração "RR" e substituíram tudo por uma série de acabamentos texturizados em metal e deram-lhe um aspecto ultra-minimalista, segundo o tema de design a que chamaram "Neo Sports Café". O resultado é uma moto com uma identidade única, uma fusão dos temas Sport Naked e Café Racer minimalista.

 Um design renovado de ponta-a-ponta, a CB1000R foi concebida para ser um modelo com uma condução entusiasmante – e com capacidade para ir atrás de motos muito mais específicas numa estrada recurvada – mas oferecendo ao seu proprietário uma sensação inata de orgulho. Seja como for que se olhe para ela – estética, emoções, performances ou tecnologias – a nova CB1000R é uma moto que não é fácil de ignorar.

 

Nas palavras de S. Uchida, Líder de Grande Projecto da CB1000R de 2018: 

 

"A nossa intenção na Honda sempre foi olhar para o futuro e estarmos preparados para liderar. Assim, à medida que as exigências do sector das Naked amadurecem, sabíamos que teríamos de ir muito mais além do que dar à CB1000R apenas um aumento nas performances reais. As expectativas e o interesse dos clientes centram-se em muitos outros aspectos do que apenas em "quando dá?". No fundo, quisemos dar à CB1000R, não só uma experiência de condução entusiasmante e emotiva, mas também uma verdadeira sensação de orgulho para quem tem uma e gosta de a mostrar; uma moto verdadeiramente individual. Por tudo isto, tomámos uma nova direcção e estamos muito orgulhosos do resultado obtido – olhando para ela na estrada ou guardada na garagem!"

 

2. Generalidades do modelo

 A CB1000R de 2018 combina elegância com um carácter minimalista: um conceito a que podemos chamar "mais é menos". O motor debita performances extremamente utilizáveis e a ciclística oferece todo o controlo de uma moto super-desportiva, mas o estilo minimalista injecta-lhe toda uma nova atitude.

 O seu motor tetracilíndrico foi revisto e oferece agora mais 16% de pico de potência logo acima das 10.000 rpm e 5% mais de binário em toda a gama de média rotação, exactamente onde reside a sua faixa de utilização mais importante – e divertida. As relações de transmissão são 4% mais curtas para extrair acelerações mais rápidas, logo desde o arranque. De facto, nas 3 primeiras mudanças, até aos 130 km/h, a CB1000R é mais rápida que a CBR1000RR. A embraiagem com função de deslizamento assistida melhora ainda mais o controlo.

 Para lidar com o aumento de potência, o acelerador electrónico Throttle-by-wire (TBW) oferece 3 modos de condução mais um modo USER personalizável. A potência (P), o efeito travão-motor (EB) e o controlo de binário seleccionável (HSTC) trabalham em conjunto com os modos de condução para oferecerem ao condutor as melhores vantagens para cada situação de condução, dependendo das condições. O escape emite uma sonoridade rouca à medida que a rotação sobe.

 A CB1000R de 2018 é 12 kg mais leve do que o modelo cessante com 20% de aumento de potência e binário . Também é mais pequena mas oferece uma posição de condução mais descontraída. E, como base de todo este aspecto novo e radical, encontramos um quadro monotrave traseiro de secção em caixa, de aço, com suspensão dianteira Showa (SFF-BP) de pistões de grande diâmetro e funções separadas e suspensão traseira mono-amortecedor também da Showa. Os travões dianteiros de montagem radial, o ABS e o pneu traseiro 190 completam o leque de actualizações da parte do chassis/ciclística.

 

3. Características principais

 

3.1 Estilo e Ciclística

 

  • Design minimalista "Neo Sports Café" deixa ver os componentes da moto
  • Silhueta trapezoidal e ultracompacta
  • Novo quadro monotrave em aço de baixo peso
  • Suspensões dianteiras e traseiras ajustáveis Showa
  • Pinças dianteiras de montagem radial e quatro êmbolos
  • Também vai estar disponível uma versão denominada CB1000R pré-equipada com acessórios premium
  •  

A CB1000R de 2018 toma uma direcção nova, arrojada e distinta, que se demarca deliberadamente das motos Naked mainstream. Todos os detalhes da componente estética da CB1000R foram aperfeiçoados e o design geral, o estilo e a postura potente deste modelo fundem um aspecto retro e minimalista com um conjunto tecnológico poderoso formado pelo motor e pelo chassis.

 As suas proporções são agora muito mais compactas, numa silhueta trapezoidal. A distância da ponta do farol redondo e elegante ao centro do eixo dianteiro diminuiu 90 mm e a unidade formada pelo suporte da chapa da matrícula e o guarda-lamas traseiro de montagem no braço oscilante (uma novidade para a Honda) permite obter uma traseira em alumínio extremamente curta e esculpida, que incorpora pegas para as mãos do passageiro montadas de forma elegante e em posição rebaixada.

 É impossível não notar a ausência de plásticos – há apenas 6 componentes externos fabricados neste material, com a maior a ser o guarda-lamas dianteiro elegante. Como contraste, a presença de componentes de acabamento premium em metal por todo o veículo nota-se e bem, inspirada na tradição café racer: componentes tais como o resguardo do radiador e a tampa da caixa do filtro do ar em alumínio de acabamento queimado, a maquinagem nos cárteres e na cabeça do motor, no cubo da cremalheira traseira e ainda o acabamento lustroso do depósito de combustível em aço e sem flanges de união.

 Todas as luzes são de LEDs e o farol redondo e delgado (com o seu aro pintado em tonalidade metalizada) usa um aro luminoso em formato de ferradura e um padrão distinto de dois níveis de iluminação. O farolim traseiro também é uma barra semicircular que acende sempre que se aplicam os travões. O painel de instrumentos de formato em T – com acabamento na mesma tonalidade metalizada que o aro do farol – está montado por cima da mesa superior da direcção, minimizando as dimensões também graças à montagem do canhão da ignição à frente do depósito.

 O quadro em aço da CB1000R tem um novo design monobraço traseiro. Este quadro usa pratos de pivot em alumínio de aperto separado – poupando 2,5 kg – para fixar o monobraço oscilante característico, 14,7 mm mais curto (574,2 mm).

 O ângulo da coluna da direcção é de 25° e o eixo de arraste (trail) nos 100mm. A distância entre eixos é 10 mm mais comprida (1.455 mm), para um peso a seco de 212 kg – 12 kg mais leve do que o modelo que agora termina. A distribuição do peso é de 48,5/515,5 % (frente/trás). O facto de o ponto central da cambota ser 5 mm mais alto ajuda à estabilidade nas manobras onde é necessário inclinar a moto de um lado para o outro.

 A posição de condução é descontraída e natural, graças aos punhos cónicos em alumínio 12 mm mais afastados um do outro e em posição 13 mm mais elevada do que no anterior design, em conjunto com mais 5 mm (830 mm) de altura do banco. O depósito de combustível de acabamento sem flanges é largo mas muito recortado nas laterais, oferecendo muito espaço para os joelhos.

 A forquilha dianteira é uma unidade Showa SFF-BP de funções separadas e pistões de grande diâmetro. Esta unidade tem o amortecimento numa das colunas, o que permite reduzir o peso, mas manter toda a elasticidade, conforto e controlo ao longo de uma vasta gama de condições. O amortecedor traseiro Showa possui afinação da pré-carga da mola e do amortecimento em compressão e em extensão.

 À frente, a travagem está a cargo de duas pinças de travão de quatro êmbolos e montagem radial e dois discos flutuantes de 310 mm de diâmetro e atrás, um disco de 256 mm e uma pinça de dois êmbolos; a travagem é complementada por um sistema ABS de 2 canais. A jante traseira de 6,0 polegadas monta um pneu traseiro de medidas 190/55 ZR17, em substituição do pneu 180/55 ZR17. À frente, mantém-se o pneu 12/70/ ZR17.

 Também vai estar disponível uma versão denominada CB1000R, ainda com maior factor de atracção. Esta versão está equipada com sistema quickshifter de mudanças rápidas, punhos aquecidos e uma série de acessórios premium que complementam o estilo da CB1000R: protecção metálica para o painel de instrumentos, carenagem para o banco, painel para o guarda-lamas dianteiro, guarda-lamas traseiro e grelha para o radiador.

 

3.2 Motor

 

  • Motor tetracilíndrico oriundo da CBR1000RR, redesenhado e com mais 15 kW (20cv) de potência
  • Binário forte e respostas excelentes a média rotação
  • O sistema TBW de acelerador electrónico, oferece 3 modos de condução
  • Três níveis de potência, travão-motor e controlo de binário HSTC
  • Escape 4-2-1 de baixo peso e sonoridade cativante
  • Embraiagem deslizante assistida instalada de série

 

O motor tetracilíndrico de 998 cm³ da CB1000R de 2018 – que partilha a sua arquitectura e disposição com o motor da CBR1000RR Fireblade – foi redesenhado para oferecer um bom aumento de potência e de binário: 107 kW (145cv) às 10.500 rpm e 104 N·m às 8.250 rpm, em comparação com os 92 kW (125cv) às 10.000 rpm e 99 N·m às 7.750 rpm do modelo que agora termina. O diâmetro e o curso mantêm-se nos 75 x 56,5 mm, mas a relação de compressão subiu de 0,4, para 11,6:1; agora, os pistões são forjados (em vez de fundidos), tal como na CBR1000RR SP.

 

O motor foi ainda adaptado e optimizado para disponibilizar um binário forte, especialmente na faixa entre as 6 e as 8 mil rpm, onde esta unidade é significativamente mais forte, oferecendo uma experiência de condução entusiasmante e envolvente. Outro dos seus pontos fortes são as acelerações rápidas em condições reais de ultrapassagem no trânsito. O redline situa-se às 11.500 rpm e o corte de ignição aparece logo a seguir, às 12.000 rpm.

 O desenvolvimento desta unidade centrou-se na gestão dos fluxos gasosos em toda a sua extensão, desde a entrada, à saída da cabeça do motor. A elevação das válvulas é maior, com a admissão a cifrar-se em 8,5 mm e o escape em 8,1 mm (anteriormente, estes valores eram de 7,9 e 7,8 mm). A rampa de aceleração com 44 mm de diâmetro (mais 4 mm) alimenta as aberturas de admissão também de maior diâmetro; o formato das câmaras de combustão também foi revisto. A caixa do filtro do ar, as condutas e o próprio filtro são também novos e oferecem um percurso muito mais simplificado e suave para a entrada de ar no motor, reduzindo as perdas de pressão durante todo o trajecto, desde as condutas exteriores, até à rampa de aceleração.

 Aliada ao aumento directo nas performances do motor, temos uma importante redução de 4% nas relações de transmissão, o que melhora muito as acelerações nas mudanças usadas entre os 30 e os 130 km/h. A nova embraiagem deslizante assistida nota-se mais leve na manete e ajuda a gerir as reduções fortes na caixa.

 O novo sistema de escape da CB1000R aumenta a potência a média rotação e contribui para a redução geral do peso. O design 4-2-1, com 4 catalisadores de curtas dimensões dentro da câmara principal, alimenta depois um silenciador de dupla câmara. Imediatamente antes dos catalisadores, os dois colectores estão unidos por um tubo de ligação que contribui para o aumento de binário a partir das 5.000 rpm. Com 11,2 kg, este sistema é 4,5 kg mais leve. A sonoridade foi aperfeiçoada internamente, o que significa que, quando a rotação sobe acima das 5.500 rpm, o som fica mais profundo e rouco.

 Este motor é agora controlado por um acelerador electrónico TBW. Este sistema permite ao condutor controlar da melhor forma toda a potência deste motor numa moto minimalista, graças aos 3 modos de condução pré-seleccionados e ao modo USER (todos seleccionáveis a partir de um botão no punho esquerdo).

 Estão disponíveis três níveis de potência (P), travão-motor (EB) e controlo de tracção (HSTC); o sistema HSTC também pode ser desactivado.

Estes três modos oferecem diferentes combinações de cada parâmetro.

 O modo RAIN usa a definição de potência mais baixa, um valor médio de travão-motor e controlo de tracção elevado. Os níveis mais baixos de potência e de binário focam-se nas 3 primeiras mudanças.

 O modo STANDARD usa níveis médios de potência, travão-motor e controlo de tracção. Em primeira e em segunda velocidades, este modo exibe um pouco menos de potência e usa uma curva um pouco abaixo da curva do modo SPORT, com menor binário com o acelerador parcialmente aberto. Este modo permite ainda pequenas quantidades de patinagem da roda traseira e que a roda dianteira se levante do chão (o chamado "cavalinho").

 O modo SPORT usa o nível mais elevado de potência e os níveis mais baixos de travão e controlo de tracção, oferecendo assim potência a 100% em todas as seis velocidades, com o máximo de binário em toda a faixa utilização do acelerador e com o mínimo de intervenção do controlo de tracção.

 

Finalmente, o modo USER permite ao condutor escolher entre 3 definições de cada parâmetro e guardá-las neste modo para utilização futura.

 As outras informações disponíveis ao condutor incluem um indicador para engrenar mudanças mais altas no canto superior direito do painel de instrumentos; este indicador pisca com maior frequência quando a rotação ultrapassa o valor pré-definido ou acende a amarelo-âmbar-rosa dando um indicação visual para engrenar uma mudança mais alta. O resto das funcionalidades no painel de instrumentos incluem um indicador de condução ECO, um indicador de mudança engrenada e mais um indicador para o modo de condução seleccionado.

 Finalmente, este novo motor tem consumos mais reduzidos que o modelo anterior: 17,2 km/l (5,82 l/100 km) em vez de 16,9 km/l (5,92 l/100 km) (em modo WTMC).

 

 4. Acessórios e CB1000R+

 

Está disponível toda uma gama de acessórios para personalização da CB1000R de 2018. Estes incluem:

 

Sistema quickshifter de mudanças rápidas

Punhos aquecidos

Tomada de corrente para acessórios

Protecção para o painel de instrumentos

Carenagem para o banco

Painel guarda-lamas frontal em alumínio

Guarda-lamas traseiros em alumínio 

Banco em tecido Alcantara para condutor e passageiro

Autocolantes para as jantes

Protecções para os cárteres do motor

Protecção para depósito

Saco de depósito e sistema de fixação

Bolsa para o banco traseiro e sistema de fixação

 

Estará também disponivel uma versão CB1000R+ com uma vasta gama de acessórios genuínos e feitos à medida incluindo Punhos aquecidos, ecran com detalhes em aluminio, guarda-lamas frontal e traseiro em aluminio, tampa de banco, protecções de radiador.

Disponibilidade: Sob Consulta

13 250,00 €
  • Comparar
  • */ ?>

    Seja o primeiro a analisar este produto

    * Campos obrigatórios

    13 250,00 €

    Etiquetas de Produtos

    Utilize um espaço para separar as etiquetas. Utilize aspas simples (') para frases.