Novos
Share |

CRF 450 RX

CRF 450 RX

Informação Adicional

Motor Monocilíndrico, Unicam, 4 tempos, refrigeração por líquido
Cilindrada 449,7 cm³
Alimentação Injecção de Combustível
Depósito de Combustível 8,5 litros
Embraiagem Húmida, multi-discos
Caixa de Velocidades Engrenagem constante
Transmissão Final Por corrente
Quadro Dupla trave em alumínio
Dimensões 2.175 x 827 x 1.274 mm
Altura do Assento 959mm
Peso em ordem de Marcha 118kg
Suspensão frente Forquilha dianteira Showa de 49 mm, com molas helicoidais (305 mm)
Suspensão retaguarda Mono-amortecedor Showa, com sistema Honda Pro-Link (133 mm de curso, 3125mm de descolamento do eixo)
Pneu Frente 90/90-21 Dunlop GeoMax AT81
Pneu Retaguarda 120/90-18 Dunlop GeoMax AT81
Travão frente Hidráulico, disco ondulado de 260 mm
Travão retaguarda Hidráulico, disco ondulado de 240mm
Fabricante Honda

2017 HONDA CRF450RX

 

Actualizações do modeloNovo modelo Honda de enduro "pronto a competir": a CRF450RX tem por base a nova CRF450R de 2017 e está equipada com suspensão de especificação enduro, sistema PGM-FI e mapeamento EMSB, juntamente com depósito de combustível de maior capacidade, roda traseira de 18 polegadas, descanso lateral e arranque eléctrico de série. 

17YM CRF450RX

 

 

 

Conteúdo:

1. Introdução

2. Generalidades do modelo

3. Características principais

4. Especificações técnicas

 

1. Introdução 

 

A Honda oferece na sua gama de modelos off-road um novo modelo de enduro "pronto a correr" – a nova CRF450RX. Este modelo tem por base o motor, e a ciclística, comprovados e renovados da CRF250R de 2017 – o primeiro modelo de 450 cm³ de motocross totalmente novo em oito anos.

 

A Honda CRF450R tem sido a referência dos modelos de motocross desde a sua introdução em 2002.

Este modelo definiu a "arte do equilíbrio", com um motor pleno de potência fácil de domar e de usar e um quadro que permite aos pilotos usarem bem toda essa potência. Este sempre foi um modelo que oferecia controlo total, em conjunto com uma durabilidade e longevidade pelas quais a Honda já há muito é reconhecida.

 

Isto revelou-se a plataforma perfeita para o desenvolvimento de um modelo de enduro, dando à CRF450RX um ADN puro de motocross, ideal para enfrentar qualquer pista de enduro e a confiança e a competência para lidar com os trilhos que se fazem de "punho enrolado", bem como as subidas difíceis e as secções mais técnicas, com igual facilidade.

 

“A CRF450RX é um modelo verdadeiramente especial, não só para a Honda, mas para o mundo do enduro. É um modelo diferente que se sente diferente de tudo o resto. E, tal como a nova CRF450R, é um modelo muito rápido.

 

 

 

 

Nas palavras de Mikio Uchiyama, Líder de Projecto da CRF450RX de 2017: 

 

“A CRF450RX é um modelo de enduro puro e pronto para a competição, como a Honda nunca tinha feito. Esta moto recorre às fantásticas melhorias que a nova CRF450R exibe e não foram aceites compromissos na produção desta versão RX de enduro, que oferece algo de completamente novo aos pilotos de enduro de todo o mundo. Este modelo foi fabricado para vencer logo desde o início, ao maior elevado nível da competição.” 

 

2.. Generalidades do modelo

 

A CRF450R de 2017 foi desenvolvida de raiz com a participação directa das equipas Honda AMA e MX GP e possui uma relação peso/potência 11% superior ao modelo cessante. A CRF450RX é idêntica em quase todos os aspectos, mas revela alterações fundamentais que a tornam um modelo de enduro sem compromissos.

 

As suspensões são menos duras, com amortecimento em compressão mais ligeiro e molas de taragem inferior no amortecedor. Este novo modelo recorre a uma jante traseira de 18 polegadas e está equipado com descanso lateral e depósito para 8,5 litros de combustível, aumentando a funcionalidade e contribuindo para uma maior autonomia.

 

A programação do sistema PGM-FI da CRF450RX oferece uma entrega mais suave da potência e do binário em relação à CRF450R; isto ajuda a melhorar a tracção em condições mais exigentes. Tal como na CRF450R, o botão EMSB (Engine Mode Select Button = Botão de Selecção do Modo do Motor) oferece ao piloto três opções distintas: O Modo 1 oferece performances suaves, o Modo 2 apresenta as acelerações mais fáceis de dosear e o Modo 3 liberta toda a potência, de forma agressiva e com melhores respostas. A moto vem equipada de série com arranque eléctrico.

 

 3. Características principais

 

3.1 Motor 

 

O motor de 449 cm³ da CRF450RX partilha as mesmas especificações que o motor da CRF450R, com 11% de aumento no pico de potência para 2017 e oferecendo a característica entrega de potência e binário progressiva e utilizável, em toda a faixa de rotação. A relação de compressão é de 13,5:1 e o diâmetro e o curso mede 96 x 62, 1 mm.

 

17YM CRF450RX Engine

 

17YM CRF450R and CRF450RX

 

 

A cabeça do motor é uma unidade Unicam de quatro válvulas, com balanceiros de roletes nas válvulas da admissão e 10 mm de elevação; no escape, a elevação é de 8,8 mm. As válvulas da admissão têm diâmetro de 38 mm e o processo de dupla maquinagem das sedes das válvulas permite obter um fluxo de gases mais suave. A aspiração descendente na admissão é, agora, directa às aberturas da admissão.

 

17YM CRF450R and CRF450RX

 

 

17YM CRF450R and CRF450RX

 

 

As molas das válvulas são de secção cruzada oval, reduzindo a altura e oferecendo dimensões mais compactas. Os ângulos das válvulas são mais estreitos: 9° na admissão e 10, 5° no escape (anteriormente, 10°/11,5°), juntamente com um novo pistão, o que permite aumentar a capacidade de combustão do motor. O injector de óleo de 4 furos permite reduzir a temperatura do pistão e dissipa de forma eficaz o maior calor gerado pela relação de compressão mais elevada A cavilha do pistão e os balanceiros de rolete recebem um revestimento DLC (Diamond-like Carbon = Carbono tipo Diamante), que oferece uma excelente resistência à temperatura e fantástica durabilidade, reduzindo ainda as perdas por atrito.

17YM CRF450R and CRF450RX

 

 

O motor recorre a uma bomba de fundo para distribuir o óleo para a caixa e para a embraiagem, reduzindo a fricção, melhorando a eficiência da lubrificação e reduzindo bastante as perdas por bombagem. A capacidade de óleo é de 1.250 cm³, num cárter que recolhe o óleo do motor, da caixa e da embraiagem.

 

A embraiagem usa 7 discos de fricção e os 6 pratos apresentam um material de fricção especial na sua superfície. Os pratos de embraiagem com 2 mm de espessura dissipam o calor de forma mais eficaz e as molas anti-vibração oferecem uma ligação de boa sensibilidade à embraiagem. Todas as cinco relações de transmissão são as mesmas que na CRF450R, mas a relação de transmissão final fica por conta de um pinhão de ataque e uma cremalheira traseira de 13 e 50 dentes, respectivamente (anteriormente, 13/49).

17YM CRF450R and CRF450RX

 

Os comandos e instrumentos para o piloto estão agora dispostos de forma mais racional, situados no punho esquerdo: avisador EFI, botão de modo EMSB, indicador de LED e botão de paragem do motor para este modelo com arranque eléctrico de série, que facilita muito o arranque do motor que se foi abaixo, especialmente nas secções com muitas pedras e superfícies irregulares.

 

17YM CRF450R

 

 

O botão EMSB (Engine Mode Select Button = Botão de Selecção do Modo do Motor) permite ao piloto alterar instantaneamente o carácter de funcionamento do motor. Com a moto imobilizada e o motor ao ralenti, basta carregar e manter carregado o botão durante cerca de um segundo para seleccionar a próxima definição de mapeamento do motor, em sequência.

 

O LED incorporado no botão indica o programa em utilização mediante um toque rápido no botão, piscando o número de vezes correspondente ao programa (1 vez para o Modo 1, etc.). Quando é seleccionado um novo mapa, essa opção é também confirmada ao piloto.

17YM CRF450R and CRF450RX

 

 

O Modo 1 é o programa base e oferece as respostas mais lineares em termos de aceleração, tornando a potência do motor muito mais utilizável numa vasta gama de condições. O Modo 2 oferece as prestações mais comedidas (um modo especialmente útil quando o piloto já está cansado) e o Modo 3 liberta a potência da forma mais responsiva – com uma entrega semelhante ao mapa standard (Modo 1) da CRF450R.

 

Este é um motor integralmente de competição e requer uma manutenção regular. No entanto, os intervalos de serviço são simples, com mudança de óleo/filtro e afinação das válvulas a cada 15 horas. Não é necessário desmontar e reconstruir o motor após um determinado número de horas de funcionamento.

 

 

3.2 Ciclística 

 

A CRF450RX usa o quadro de sétima geração e dupla trave em alumínio da CRF, com melhores performances em curva e maior estabilidade e tracção à frente. Atrás, a tracção na roda oferece níveis elevados de feedback e de previsibilidade.

17YM CRF450R

 

As traves principais de secção cónica têm 100% da rigidez lateral do quadro anterior, mas a rigidez à torção é 6,8% inferior, melhorando a capacidade de curvar e a sensibilidade da moto. O quadro pesa 9,14 kg e o sub-quadro extrudido permite poupar 1.045 g.

 

17YM CRF450R and CRF450RX

 

 

17YM CRF450R and CRF450RX

 

 

Foram introduzidas diversas alterações nos parâmetros da geometria e da dinâmica, em comparação com a CRF450R que agora termina e todas essas alterações oferecem benefícios consideráveis para os pilotos de enduro e de motocross. O centro de gravidade é 2,7 mm mais baixo. A distância entre eixos é de 1.482 mm. A distância entre o eixo da roda dianteira e o pivot do braço oscilante é de 913 mm, com menor distância entre o pivot do braço oscilante e o eixo da roda traseira, (apenas 569 mm). Esta nova geometria transfere mais peso para a roda traseira, o que resulta em tracção bastante melhorada.

 

O banco tem 959 mm de altura. O ângulo da coluna da direcção e o eixo de arraste (trail) são de 27,4° e 116 mm respectivamente. O peso a seco é de apenas 118kg

17YM CRF450R and CRF450RX

A CRF450RX é uma moto mais estreita e compacta, ainda mais fácil de pilotar, graças ao baixo centro de gravidade. Esta nova geometria coloca mais peso no pneu traseiro, fazendo-o "agarrar" melhor e complementando o elevado nível de aderência do pneu dianteiro, levando a sensibilidade e a tracção da moto aos limites absolutos.

 

A nova moto de enduro da Honda está equipada com uma nova forquilha Showa USD totalmente ajustável, com 49 mm e molas helicoidais; esta unidade é uma versão da forquilha de "fábrica" fornecida às equipas do campeonato japonês de MX. Os cilindros têm 25 mm de diâmetro, os veios são de 14 mm e o pistão de compressão tem 39 mm.

 

Tal como seria de esperar de uma suspensão de especificação de competição, a forquilha é eficiente, suave e oferece controlo total. Em comparação directa com a CRF450R, a forquilha da CRF450RX usa menos óleo e tem menor amortecimento em compressão, o que oferece reacções mais suaves e melhor adaptadas à condução geral em fora-de-estrada.

 

A unidade Showa traseira também é totalmente ajustável e está montada em posição rebaixada e na linha central da moto, o que melhora a centralização das massas e a estabilidade a alta velocidade. A taragem da mola passa de 54 N/mm (CRF450R) para 52 N/mm, com o amortecimento em compressão a diminuir em conformidade. Esta unidade oferece um controlo mais flexível e elástico. Com 559 mm de comprimento, o braço oscilante em alumínio é 18 mm mais curto do que a CRF450R cessante e tem um formato mais estreito (na secção cruzada) das suas traves. 

 

À frente, o disco ondulado de 260 mm oferece excelente dissipação térmica, com potência e sensibilidade fantásticas, graças à pinça de dois êmbolos; atrás, a travagem, é complementada por um disco ondulado de 240 mm e pinças de um êmbolo. As jantes de baixo peso em alumínio têm raios dispostos em padrão directo e permitem reduzir as massas não suspensas; à frente, as dimensões são 21 x 1,6 polegadas e atrás são 18 x 2,15 polegadas. De série, os pneus são unidades de enduro Geomax AT81 da Dunlop: 90/90-21 à frente e 120/90-18 atrás.

 

O novo depósito de combustível em plástico e de 8,5 litros de capacidade oferece autonomia na ordem dos 65 km. Os pendurais da cabeça do motor, mais estreitos e mais leves, compensam o peso extra do depósito e do combustível. As linhas externas nos novos plásticos são esguias e contribuem para que o piloto se movimente livremente em cima da moto; a zona frontal da moto também é mais estreita – os resguardos do radiador/depósito têm apenas 410 mm e o novo guarda-lamas dianteiro canaliza o ar para o radiador de forma mais eficiente.

 

O descanso lateral em alumínio forjado recolhe-se em posição que não incomoda e está fixo ao quadro no apoio do poisa-pé esquerdo, através de um suporte em aço. Tal como na CRF450R, os gráficos dos plásticos são de inserções de película de elevada duração e cobrem uma vasta área, num estilo resistente aos riscos.

Disponibilidade: Sob Consulta

9 000,00 €

Seja o primeiro a analisar este produto

Etiquetas de Produtos

Utilize um espaço para separar as etiquetas. Utilize aspas simples (') para frases.