125 cc (Motos e Scooters)
Share |

CB 125 R MY21

CB 125 R MY21

Informação Adicional

Motor Monocilíndrico, DOHC, 4 válvulas, 4 tempos, arrefecimento por líquido
Cilindrada 124,9 cm³
Potência Máxima 11,0 kW às 10.000 rpm
Binário Máximo 11,6 N·m às 8.000 rpm
Alimentação Injeção eletrónica de combustível PGM-FI
Depósito de Combustível 10,1 litros
Embraiagem Embraiagem húmida hidráulica, discos múltiplos e molas helicoidais
Caixa de Velocidades 6 Velocidades
Transmissão Final Corrente selada por O-rings
Quadro Quadro tipo diamante de pivot interno
Dimensões 2.185 mm x 822 mm x 1.056 mm
Altura do Assento 816 mm
Peso em ordem de Marcha 129,8 kg
Suspensão frente Forquilha USD (SFF-BP) de 41 mm
Suspensão retaguarda Monoamortecedor com regulação da pré-carga
Pneu Frente 110/70R17M/C 54H
Pneu Retaguarda 150/60R17M/C 66H
Travão frente Disco flutuante de 296 mm sem cubo; pinça radial Nissin de 4 êmbolos
Travão retaguarda Disco único de 220 mm; pinça de um êmbolo
Fabricante Honda
Informações Adicionais Instrumentos Painel LCD / Farol Frente LED com 13W (médio), 8,8W (máximos) / Farol Traseiro LED com 2,5W (stop), 0,4W (luz traseira)

Atualizações do modeloO renovado motor DOHC de 4 válvulas do modelo premium de 125 cm³ Neo Sports Café da Honda recebe um aumento de potência e binário, o que melhora as performances em toda a faixa de rotação. Este modelo recebe também uma renovação de fundo nas suspensões – forquilha Showa USD SFF-BP de funções separadas e 41 mm; esta é a primeira moto de 125 cm³ equipada com este tipo de forquilha.

 

Conteúdo:

  1. Introdução
  2. Generalidades do modelo
  3. Caraterísticas principais
  4. Especificações técnicas

 

 

  1. Introdução

 

Ao abraçar uma carreira no mundo das duas rodas, existem certos pontos fundamentais que todo o jovem condutor procura na sua nova primeira moto: uma ciclística fácil de gerir, performances reais envolventes e uma elevada capacidade de maneabilidade. Se dermos a estes pontos fundamentais um estilo distinto e elegante e se adicionarmos uma série de especificações premium, o resultado pode muito bem ser uma moto especial com algo extra e com a qual se inicia uma carreira no mundo das duas rodas.

 

Foi para estes jovens condutores, em busca desse tipo de solução, que a Honda introduziu a nova CB125R em 2017. Sendo o mais pequeno membro da família "Neo Sports Café" da Honda, a CB125R foi lançada juntamente com a CB300R e com a topo-de-gama CB1000R; este modelo representou uma adição premium nova e ousada à gama de motos de entrada da Honda.

 

Agora para 2021, a CB125R recebe um motor totalmente novo e uma grande atualização na suspensão dianteira, mantendo-a na vanguarda de toda a concorrência e no topo da lista de modelos preferidos de muitos jovens pilotos.

 

 

  1. Generalidades do modelo

 

Embora o estilo atraente da CB125R não tenha sido alterado, o seu novo motor DOHC de quatro válvulas oferece mais 1,2 kW de potência e mais 1,2 N·m de binário – com melhor capacidade de resposta em toda a faixa de rotação.

 

E, pela primeira vez numa moto de 125 cm³, a forquilha Showa USD SFF-BP* de 41 mm – a mesma unidade que está montada na CBR650R e na CB650R ambas de 2021, com taragens de mola e alterações no amortecimento – é agora equipamento de série.

 

O modelo de 2021 vai estar disponível nos esquemas cromáticos seguintes:

 

Cinzento Pérola Smoky **NOVO para 2021**

Preto Metalizado Mate Gunpowder

Vermelho Candy Chromosphere

Azul Metalizado Mate Jeans

 

*Nome completo: Forquilha Showa USD de funções separadas e êmbolo de grandes dimensões (SFF-BP - Separate Function - Big Piston)

 

 

  1. Caraterísticas Principais

 

3.1. Motor

 

  • Novo motor DOHC de 4 cilindros em linha
  • Mais potência e binário (1,2 kW e 1,2 N·m, respetivamente)
  • Homologação EURO5
  •  

Originalmente derivado da unidade montada na CBR125R, o motor SOHC de 2 válvulas da CB125R de 2018 já era um motor muito eficaz, afinado para oferecer excelentes respostas em situações reais de condução.

 

Agora para 2021, a CB125R recebe uma unidade DOHC e 4 válvulas, com 125 cm³; este motor traz consigo um aumento de potência e de binário – 11,0 kW às 10.000 rpm e 11,6 N·m às 8.000 rpm (passando de 9,8 kW às 10.000 rpm e 10 N·m às 8.000 rpm, respetivamente). Graças a esta dose extra de potência, a velocidade máxima subiu de 101 para 105 km/h, com a CB125R a demorar apenas 11,3 segundos a percorrer os primeiros 200 metros. A caixa continua a ser uma unidade de seis velocidades.

 

O diâmetro e o curso são de 57,3 x 48,4 mm e a relação de compressão é de 11,3 : 1, por oposição aos 58 x 47,2 mm e 11: 1 do motor anterior. O sistema PGMJ-Fi de injeção de combustível possui uma conduta de admissão revista, bem como um novo tubo de ligação na caixa do filtro do ar e uma câmara de ressonância também nova. Tal como antes, o escape montado em posição rebaixada tem um silenciador de dupla câmara.

 

O motor de CB125R tem homologação EURO5.

 

3.2. Ciclística

 

  • Nova forquilha Showa USD de funções separadas e êmbolo de grandes dimensões (SFF-BP - Separate Function - Big Piston)
  • Pinça radial de 4 êmbolos e disco dianteiro flutuante de 296 mm sem cubo
  • O ABS funciona através de uma Unidade de Medição de Inércia (IMU – Inertial Measurement Unit)No centro do caráter minimalista da CB125R encontramos um quadro tubular tipo treliça em aço prensado; este componente não foi alterado nesta renovação de 2021. O braço oscilante é fabricado em aço e tem secção de formato irregular. Estes dois componentes foram concebidos para terem elevada rigidez longitudinal e oferecerem excelente controlo às forças de torção originadas pela deflexão das rodas, mas sem excesso de rigidez ou de peso. A rigidez básica do quadro está ancorada nos pratos de pivot do braço oscilante e no próprio braço oscilante, ambos de aço prensado, para que o quadro possa oferecer uma condução muito ágil e dar um feedback excelente; os valores da inclinação da coluna da direção e do eixo de arraste (trail) são de 24,2°/90,2 mm, respetivamente. A repartição do peso é de 51,6 à frente e de 48,4% atrás e oferece uma sensibilidade muito positiva do que se passa na roda dianteira, juntamente com excelentes características de direção, o que também é coadjuvado pelo baixo peso em ordem de marcha de apenas 129,8k g e pela distância entre eixos compacta de 1.345 mm. O guiador de grande diâmetro oferece um raio de viragem de 40° entre batentes e apenas 2,3 mm de diâmetro de viragem, o que facilita imenso as manobras no meio do trânsito. A altura do banco é de 816 mm.A forquilha USD Showa (SFF-BP) de 41 mm de diâmetro é a atualização principal; esta é a primeira vez que esta unidade é montada numa moto de 125 cm³. A forquilha tem funções separadas (daí a nomenclatura SFF - Separate Function Fork): numa das colunas, temos um amortecedor com função de separação de pressão e, na outra, há um mecanismo de mola. Juntas, as duas colunas da forquilha oferecem um amortecimento de alta performance num conjunto de baixo peso. Juntamente com o uso de um êmbolo de tamanho maior (a nomenclatura BP - Big Piston), o resultado é uma sensibilidade suprema, com elevado controlo e absorção dos impactos. A pré-carga da mola do monoamortecedor traseiro pode ser afinada.A restante parte ciclística permanece inalterada; o disco dianteiro flutuante de 296 mm sem cubo é atuado por uma pinça radial Nissin de 4 êmbolos; o disco traseiro de 220 mm tem uma pinça de 2 êmbolos. Ambos os discos são controlados por um modulador ABS de 2 canais. Este sistema de especificações elevadas funciona com uma unidade IMU (Inertial Measurement Unit) que define a distribuição precisa da operação do ABS entre a frente e a traseira, consoante o comportamento do veículo. O pneu traseiro radial tem medida 150/60R-17 e é complementado à frente por uma unidade também radial na medida 110/70R-17. 3.3 Estilo & equipamentos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • Estilo minimalista e industrial, para forte impacto visual
  • Luzes integrais de LEDs e painel de instrumentos LCD
  • Depósito de 10,1 L para uma autonomia de 470 km

 

O estilo da CB125R é exclusivo e não foi alterado. Este modelo segue o inconfundível design "Neo Sports Café" da CB1000R – minimalista mas com um toque moderno – e vem trazer uma atitude nova e de presença forte à gama de motos de entrada da Honda. A traseira em corte é minimalista ao extremo, apenas com um ponto de montagem para o suporte do guarda-lamas traseiro que, agora, é fabricado em aço em vez de nylon. Os apoios dos poisa-pés do condutor e do passageiro são em alumínio.

 

O painel de instrumentos LCD é fino (apenas 23,5 mm) e pesa pouco (somente 230 g), mas oferece todas as informações necessárias à condução: velocidade, rotação do motor, nível do combustível e mudança engrenada, com as luzes indicadoras espalhadas pela parte superior. A iluminação integral por LEDs – incluindo os piscas de direção – aumenta as especificações da moto e contribuem para a centralização das massas. O farol usa o conceito de dois níveis de iluminação, em cima para o feixe de médios e em baixo para o de máximos; o farolim traseiro é o mais fino alguma vez montado numa moto Honda.

 

O depósito com capacidade para 10,1 litros de combustível está oculto por baixo das tampas e resguardos angulares e inclui um tampão "tipo avião". Os consumos são de 2,13 L/100 km (45,5 km/l) (em modo WMTC), que oferecem à CB125R uma autonomia superior a 455 km por cada depósito cheio.

 

Disponibilidade: Sob Consulta

4 690,00 €
  • Comparar
  • */ ?>

    Seja o primeiro a analisar este produto

    * Campos obrigatórios

    4 690,00 €

    Etiquetas de Produtos

    Utilize um espaço para separar as etiquetas. Utilize aspas simples (') para frases.