Scooters + 125
Share |

FORZA 350

FORZA 350

Informação Adicional

Motor 4 tempos, 4 válvulas, refrigerado por líquido
Cilindrada 330 cm³
Potência Máxima 21,5 kW às 7.500 rpm
Binário Máximo 31,5 N·m às 5.250 rpm
Alimentação PGM-FI
Depósito de Combustível 11,7 litros
Embraiagem Embraiagem automática centrífuga; tipo seco
Transmissão Final Correia em V
Quadro Berço; em aço
Dimensões 2.140 mm x 755 mm x 1.470 mm
Altura do Assento 780 mm
Peso em ordem de Marcha 184 kg
Suspensão frente Telescópica, 33 mm
Suspensão retaguarda Dois amortecedores
Pneu Frente 120/70R15
Pneu Retaguarda 140/70R14
Travão frente Um disco de 256 mm
Travão retaguarda Um disco de 240 mm
Fabricante Honda
  1. Introdução

 Já há muito que o nome Forza é sinónimo de potência e poder na gama de duas rodas da Honda. A sua história como scooter premium de média cilindrada remonta ao ano 2000: a versão original deste modelo definiu os padrões da altura e oferecia uma condução muito viva e com espaço de arrumação abundante, bem como um inovador sistema combinado de travagem. Este modelo foi muito bem recebido na Europa, onde os condutores puderam apreciar e usufruir na totalidade da sua capacidade multifuncional em todos os aspetos da vida do dia-a-dia.

 Sempre mantendo a sua mistura tradicional de carácter desportivo e GT, a Forza 300 sofreu uma evolução constante, procurando sempre superar as expetativas do seu proprietário a cada atualização. Em 2004, o modelo recebeu uma transmissão CVT SMATIC Honda (CVT, no original, significa Continuously Variable Transmission – Transmissão de Variação Contínua), para além de um sistema antirroubo Smart Key, injeção eletrónica PGM-FI de alta eficiência e espaço para dois capacetes integrais debaixo do banco.

 Em 2005, a Forza recebeu travões ABS e em 2008 foram acrescentados equipamentos de luxo como por exemplo, o pack de áudio com altifalantes plus, a transmissão S MATIC atualizada (com modo faseado de mudanças automáticas) e travões ABS combinados. Em 2016, a Forza 300 voltou a ser renovada com um novo banco de espaço suficiente para transportar duas pessoas em total conforto, mesmo às velocidades praticadas nas vias rápidas.

 2018 assinalou a apresentação de uma Forza 300 radicalmente revista – mais leve, mais pequena, mais objetiva e mais desportiva – no seguimento do sucesso enorme obtido pela sua irmã de menor cilindrada, a Forza 125, mas mantendo todos os melhores atributos da sua natureza GT. O modelo "Limited-Edition", com o seu esquema cromático Cinzento/Preto Gloss e Top Case Smart complementar acrescentavam um toque opcional de exclusividade para 2020.

 Para 2021, é altura de nova atualização A Forza 350 é mais rápida, ainda mais útil e, é claro, ainda mais elegante e apetecível.

 

  1. Generalidades do modelo

 

Um aumento de 50 cm³ permite obter mais 16% de potência de pico, 21,5 kW, mas o motor da Forza 350 é significativamente mais forte em toda a faixa de rotação, para acelerações mais rápidas e uma velocidade máxima mais elevada ligeiramente superior a 6%, atingindo agora os 137 km/h. Este modelo tem homologação EURO5.

 

As carenagens laterais dianteiras, os espelhos retrovisores, os painéis laterais traseiros e as tampas do motor foram atualizados, cosmética e aerodinamicamente, conferindo à Forza 350 uma aparência geral mais elegante e com ainda mais apelo premium; o quadro em si não foi alterado, mas agora está ligado a um braço oscilante mais leve e o para-brisas elétrico tem mais 40 mm de curso, o que melhora a proteção contra o vento.

 

O painel de instrumentos também foi renovado e o condutor da nova Forza 350 tem agora a possibilidade de ligar o seu smartphone via Bluetooth ao novo sistema de Controlo de Voz Honda para Smartphones, disponível como opção. A ficha USB substitui o anterior carregador de acessórios.

 

A nova Forza 350 de 2021 vai estar disponível nos seguintes esquemas cromáticos:

 

Preto Pérola Nightstar

Branco Pérola Mate

Branco Pérola Cool

Cinzento Metalizado Mate Cynos

Cinzento Pérola Falcon **NOVO**

 

 

  1. Caraterísticas Principais

 

3.1. Motor

 

  • Motor de 330 cm³ com mais 3 kW de pico de potência às 7.500 rpm e mais 4,3Nm de binário às 5.250 rpm
  • Velocidade máxima de 137 km/h e aceleração até aos 200 m 0,7 segundos mais rápida
  • A tecnologia eSP+ (enhanced Smart Power+) assegura maior economia de combustível, 3,33 l/100 (30 km/l), com homologação EURO5
  • Cambota 10% mais leve
  • Rampa de aceleração com 36 mm (anteriormente, 34 mm)
  • Válvulas de admissão de maior diâmetro, agora de 28 mm (antes 27 mm).
  • Novo injetor de óleo do pistão para melhorar o arrefecimento e a eficiência da combustão
  • Revisões ao nível das aberturas de admissão e de escape, melhoram a eficiência
  • Silenciador revisto, só com duas câmaras
  • Came hidráulica de afinação da corrente da distribuição e bomba de fundo para reduzir o atrito interno

 

O novo motor eSP+ (enhanced Smart Power+) da Forza 350 oferece um excelente desempenho ambiental e alta potência graças à adoção abrangente de tecnologias de redução do atrito.

 

 

 

Graças aos 50 cm³ extra de cilindrada (antes, 279 e agora 330 cm³), mas sem aumento de peso), o pico de potência desta unidade SOHC de quatro válvulas com injeção de combustível e arrefecimento por líquido aumenta de 18,5 kW para 21,5 kW às 7.500 rpm, com um binário máximo 31,5 N·m às 5.250 rpm. A comparação gráfica no banco de ensaio revela isto mesmo sendo que a potência e o binário aumentaram consideravelmente a partir das 3.500 rpm.

 

O efeito disto numa utilização real é óbvio: a velocidade máxima aumenta 8 km, para os 137 km/h e, desde parada, a Forza 350 percorre 200 m em menos 0,7 segundos, agora gastando 10,4 segundos.

 

Para conseguir o aumento de cilindrada, o diâmetro do cilindro passou de 72 para 77 mm e o curso subiu para os 70,7 mm. A relação de compressão é de 10,5 : 1. Para se adequarem ao aumento da cilindrada, a elevação e o comando das válvulas foram otimizados. Em comparação com o modelo anterior, os comandos de fecho das válvulas da admissão e de abertura/fecho das válvulas do escape foram atrasados em 5 °. A elevação também foi aumentada em 0,3 mm. O comando de abertura das válvulas da admissão não foi alterado.

 

A cambota também foi redesenhada e está agora 10% mais leve. Isto foi conseguido sem fazer alterações às dimensões dos moentes, mas mantendo a força e a rigidez necessárias para fazer face ao aumento de potência. Os balanceiros de rolete, os bronzes dos moentes da cambota e as metades seladas do bloco do motor oferecem uma fiabilidade a longo prazo e elevadas performances. Para aumentar o arrefecimento do pistão, um injetor de óleo, como o usado na CRF450R, pulveriza o óleo diretamente na parte de trás do pistão, avançando o ponto de ignição e melhorando a combustão. A capacidade de óleo é de 1,7 litros.

 

As revisões ao nível da admissão fizeram a rampa de aceleração aumentar de 34 para 36 mm, com as válvulas da admissão também 1 mm maiores, agora para 28 mm, o que melhora a eficiência. O ar é fornecido por uma caixa de ar de 5,5 litros. As aberturas da admissão e do escape também foram completamente redesenhadas. Agora, abertura de admissão aspira o ar com mais eficiência, utilizando um "fluxo de redemoinho" reforçado dentro do cilindro para maior consistência na queima do combustível. Os gases de escape são agora expelidos por uma abertura de escape em linha reta, em vez da anterior abertura em curva, o que melhora mais a eficiência.

 

Para reduzir a resistência dos gases de escape, o novo silenciador consiste agora de duas câmaras distintas, em vez das anteriores três. As melhorias introduzidas no tubo que liga à câmara de expansão, bem como o tamanho e a colocação do catalisador, também melhoram o fluxo e a purificação dos gases.

 

O atrito interno é reduzido pela descentragem de 5 mm no cilindro, pela introdução de um afinador de came hidráulico na corrente da distribuição e pela utilização de uma bomba de fundo. Usada em máquinas de alta performance, esta bomba reduz a pressão interna do motor, reduz a agitação do óleo e diminui as perdas por bombagem e o atrito interno de rotação. Um veio de equilibragem novo reduz ainda mais as vibrações e contribui para uma maneabilidade agradável e suave.

 

A embraiagem automática centrífuga aciona a transmissão V-Matic (com relações definidas para reações rápidas a baixa velocidade e acelerações poderosas) e a transmissão final por correia. A atualização de 2021 inclui ainda tampas redesenhadas no motor, que complementam o novo estilo.

 

 

 

O motor da Forza 350 está equipado com o sistema HSTC de controlo de binário selecionável da Honda. O sistema HSTC compara a diferença entre as velocidades das rodas dianteira e traseira, calcula a relação de deslizamento e depois controla o binário do motor através do sistema de injeção para readquirir a tração na roda traseira. O sistema HSTC pode ser LIGADO-DESLIGADO através de um comando no punho esquerdo. Quando o sistema se ativa para gerir a tração do veículo, há um indicador "T" no mostrador digital que pisca.

 

O motor agora também tem homologação EURO5 que, a partir de 1 de Janeiro de 2020, veio introduzir restrições significativas ao nível das emissões do motor em relação à homologação EURO4. Estas novas exigências incluíram reduções substanciais nas emissões permitidas de monóxido de carbono, para além de uma redução superior a 40% no total de emissões de hidrocarbonetos, conseguida pela deteção de falhas de ignição e a introdução de um limite de partículas.

 

A Forza 350 é um modelo bastante económico, com consumos de 3,33 l/100 km (30 km /l) (em modo WMTC), para uma autonomia superior a 340 km por cada depósito de 11,5 litros.

 

3.2 Estilo e Equipamento

 

  • Para-brisas elétrico com 180 mm de ajuste, mais 40 mm, oferecendo mais conforto
  • Atualizações cosméticas aumentam a atração visual e as performances aerodinâmicas.
  • As pegas do passageiro são mais leves e permitem baixar o peso em 1,4kg.
  •  
    • Espaço para dois capacetes integrais no compartimento debaixo do banco; nova ficha de carga USB
  • Ignição Smart Key e top case de 45 litros (esta é opcional)
  • Função de sinalização de travagens de emergência nos piscas traseiros, alerta os outros utilizadores da estrada para as travagens súbitas

 

As linhas do design da Forza 350 fluem para trás a partir do novo para-brisas elétrico (controlado por um interruptor no punho esquerdo) que, para 2021, recebe um formato revisto e mais 40 mm de ajuste, ao longo de 180 mm. Este elemento foi concebido para oferecer excelente proteção contra o vento (os fluxos aerodinâmicos passam à volta e por cima da cabeça do condutor) e também para reduzir o ruído do vento. Este sistema permite alterar instantaneamente a posição do para-brisas para maior estabilidade e conforto na condução a alta velocidade e também para grandes distâncias; em alternativa, o condutor pode aumentar a sensação de liberdade na cidade baixando o para-brisas.

 

A Forza 350 é um modelo elegante e de aerodinâmica eficiente, com as suas linhas de design a oferecerem um formato eficiente, suave e moderno, criando uma impressão elegante e desportiva e um fator de atração premium. As palavras-chave da equipa de design foram "agressividade, técnica e potência"; estes aspetos refletem-se no novo spoiler debaixo do farol, nas carenagens laterais renovadas com uma linha distinta de design em "Z" e uma linha de caráter que desce abruptamente em direção aos painéis laterais traseiros; estas linhas criam uma estética objetiva e voltada para o futuro.

 

As pegas para o passageiro traseiro são agora em plástico em vez de em alumínio; isto permite poupar 1.407 g melhorando ainda mais a centralização das massas e a agilidade. Para maior conforto a alta velocidade, a conduta frontal de ar é maior e permite gerir as pressões negativas à frente do condutor, reduzindo o efeito natural do vento que empurra o condutor para trás.

 

O espaço debaixo do banco tem capacidade para dois capacetes integrais e pode ser dividido para levar um só capacete e/ou o equipamento de chuva e pastas de tamanho A4. O compartimento da carenagem à frente do lado esquerdo tem tampa com tranca e o seu espaço pode ser arranjado segundo as conveniências do condutor, pode por exemplo, levar um telemóvel ou uma garrafa de água. Também podemos encontrar aqui uma tomada USB, que substitui o anterior carregador de 12 V para acessórios. Todas as luzes são de LEDs.

 

Mantendo o condutor sempre ligado, a Forza 350 conta também com o novo sistema de controlo de voz Honda para Smartphones disponível como opção; este sistema permite ligar o smartphone e gerir as chamadas telefónicas e a música através de comandos de voz. Para poder usar este sistema, é necessário um capacete com sistema de altifalantes e microfone de ligação Bluetooth; a gestão do sistema é feita pelo interruptor esquerdo do guiador e pelo painel de instrumentos.

 

A Smart Key da Forza 350 – para além de controlar o botão da ignição e a tranca do compartimento de bagagem – também gere a top case Smart opcional de 45 litros. Com a Smart Key no bolso do condutor, a top case destranca e tranca automaticamente quando o condutor se afasta. A top case também pode ser trancada com a chave. Para manter o volume interno da top case, o mecanismo atuador está localizado na parte de trás da moto.

 

Os piscas dianteiros e traseiros da Forza 350 têm uma nova função de cancelamento automático e de sinalização de travagens de emergência. Quando o modulador do ABS detetar uma travagem súbita, os piscas de emergência piscam a alta velocidade para alertar os outros veículos.

 

O painel de instrumentos inclui um velocímetro e um conta-rotações analógicos (com mostradores redesenhados) flanqueando o mostrador digital que podem mudar entre 3 modos: 1 conta-quilómetros totalizador, autonomia restante e consumo instantâneo; 2) conta-quilómetros parcial, consumo médio e cronómetro; 3) temperatura ambiente e sensor da bateria.

 

3.3. Chassis

 

  • Distância entre eixos curta e direção de geometria mais incisiva
  • Radiador relocalizado para melhor capacidade de arrefecimento
  • Dimensões compactas e banco de altura prática
  • Jantes em alumínio fundido; diâmetro 14 polegadas à frente, 15 polegadas atrás

 

O quadro é uma unidade robusta e leve em tubos de aço e é o centro da postura tranquilizadora da Forza 350 na estrada. A distância entre eixos é de 1.510 mm; o ângulo da coluna de direção é de 26,5° e o eixo de arraste (trail) tem 89 mm. O radiador está agora colocado à frente do depósito de combustível e oferece melhor capacidade de arrefecimento; a bateria está situada entre o depósito e o compartimento de arrumação debaixo do banco, o que contribui para uma melhor centralização das massas. O peso em ordem de marcha é de 184 kg.

 

A altura do banco é de 780 mm e a posição de condução é natural e a direito, favorecendo a visibilidade a toda a volta. A largura do guiador é de 755 mm, com uma frente de 580 mm de largura e amplitude entre espelhos retrovisores de 860 mm; são dimensões muito compactas e que facilitam a progressão no meio do trânsito das cidades.

 

A forquilha rígida de 33 mm é complementada pelos dois amortecedores traseiros – com 7 níveis de afinação da pré-carga da mola – montados num braço oscilante em alumínio.

 

A jante dianteira de 15 polegadas em alumínio fundido tem montado um pneu 120/70-15 e a jante traseira de 14 polegadas monta um pneu 140/70-14, oferecendo o máximo conforto e tração. A travagem dianteira fica a cargo de um único disco de 256 mm, complementado atrás também por um disco, neste caso de 240 mm e ambos com ABS de 2 canais para maior segurança nas superfícies escorregadias.

 

 

  1. Acessórios

 

Está disponível toda uma gama completa de acessórios para a Forza 350. Estes incluem:

 

Top case opcional de 45 litros compatível com o sistema Smart Key

Porta-bagagens traseiro (instalação direta)

Bolsas interiores

Punhos aquecidos

Alarme

Disponibilidade: Sob Consulta

5 950,00 €
  • Comparar
  • */ ?>

    Seja o primeiro a analisar este produto

    * Campos obrigatórios

    5 950,00 €

    Etiquetas de Produtos

    Utilize um espaço para separar as etiquetas. Utilize aspas simples (') para frases.