Novos
Share |

PCX 125 MY21

PCX 125 MY21

Informação Adicional

Motor Monocilíndrico eSP+, 4 tempos, SOHC, 4 válvulas, refrigerado por líquido
Cilindrada 125 cm³
Potência Máxima 9,2kW às 8.750 rpm
Binário Máximo 11,8 N·m às 6.500 rpm
Alimentação Injeção eletrónica de combustível PGM-FI
Depósito de Combustível 8,1 litros
Embraiagem Embraiagem automática, centrífuga, a seco
Caixa de Velocidades V-Matic
Quadro Duplex de tubos de aço
Dimensões 1.935 x 740 x 1.105 mm
Altura do Assento 764 mm
Peso em ordem de Marcha 130 kg
Suspensão frente Forquilha telescópica de 31 mm de diâmetro e 89 mm de deslocamento do eixo
Suspensão retaguarda Duplo amortecedor com braço oscilante em alumínio, 95 mm de deslocamento do eixo
Pneu Frente 110/70-14M/C
Pneu Retaguarda 130/70-13M/C
Travão frente Hidráulico, disco de 220 mm com pinça combinada de 2 êmbolos e ABS
Travão retaguarda Tambor de 130 mm
Fabricante Honda
Equipamento opcional Está disponível toda uma gama completa de acessórios genuínos para a PCX 125, incluindo um pára-brisas e uma top case Smart de 35 L.
  1. Introdução

 

A PCX125 é uma das maiores histórias de sucesso da gama de veículos de duas rodas da Honda, com vendas acumuladas superiores a 140.000 unidades na Europa, desde a sua chegada em 2010. O sucesso deste modelo deve-se a uma fórmula que a Honda tem vindo a aperfeiçoar já há vários anos: um design forte e moderno que confere a este modelo um estilo urbano e consciente das necessidades do utilizador e dimensões compactas que lhe permitem estar sempre à frente do trânsito nas cidades e estacionar com uma facilidade incrível.

 

Também parte integrante da fórmula é um nível "X" de Conforto Pessoal (palavras que compõem a sigla PCX – "X" level of Personal Comfort, no original) fornecido pela posição de condução confortável, pela proteção contra os elementos atmosféricos, pelo espaço debaixo do banco que é suficiente para um capacete integral e pela fantástica qualidade de construção. E convém não esquecer a excelente relação preço/qualidade (tanto em termos de aquisição, como de propriedade) que sempre ajudou a sustentar a popularidade da PCX.

 

Em 2010, a PCX foi o primeiro modelo de duas rodas na Europa a estar equipado com a tenologia Idling Stop de paragem do motor ao ralenti; dois anos depois, tornou-se a primeira scooter na Europa a estar equipada com o motor Honda "enhanced Smart Power" (eSP) de elevadíssima eficiência. Em 2016, este modelo recebeu homologação EURO4 e em 2018 recebeu uma importante atualização de design, para além de um quadro novo e de um motor ainda mais potente.

 

Esta é uma scooter que sempre acompanhou os tempos e a PCX125 de 2021 dá um novo passo em frente, agora com uma nova combinação de motor e quadro, maior conveniência e conforto, para além de uma evolução ousada do seu estilo vanguardista – tudo isto com o objetivo de manter o seu lugar bem no topo dos modelos de 2 rodas que oferecem elevada mobilidade nas cidades da Europa.

 

 

  1. Generalidades do modelo

 

A nova PCX125 mantém uma presença única, mas vê o seu estilo amadurecer; mais ousado e mais acutilante, numa declaração de diferença contínua, com iluminação redesenhada agora por LEDs. A componente ciclística tem espaço extra debaixo do banco, um estrado mais amplo e uma ficha USB do tipo c no porta-luvas. O novo painel de instrumentos "widescreen" apresenta todas as informações vitais e a ignição e o banco são agora compatíveis com o sistema Honda Smart key.

 

O motor eSP+ (enhanced Smart Power Plus) foi renovado; esta unidade tem 4 válvulas, debita mais potência e binário, e está equipada com o sistema HSTC de controlo de tração selecionável da Honda. O motor está montado num quadro redesenhado em tubos de aço; os dois amortecedores traseiros têm mais curso e os dois pneus estão agora mais largos. Tudo isto contribui para uma condução superiormente confortável.

 

A PCX de 2021 vai estar disponível nos esquemas cromáticos seguintes:

 

Cinzento Metalizado Mate Dim **NOVO**

Branco Pérola Jasmine

Vermelho Candy Luster

Preto Metalizado Mate Galaxy

 

 

  1. Caraterísticas Principais

 

3.1 Estilo e Equipamento

 

  • Ciclística completamente redesenhada, numa evolução atraente e um look futurista
  • Novo farol de LEDs com luz DRL diurna
  •  
    • Mais espaço debaixo do banco e porta-luvas com ficha USB de carregamento
  • Ignição e banco acionados por Smart Key

 

O design da PCX125 sempre foi uma das suas características específicas – graças ao seu carácter de linhas fortes e ao "bloco" de cor – que formam um todo que flui da frente para a traseira. Para a atualização 2021, este tema encontra continuidade – só que agora de uma forma mais evidente e arrojada, com um estilo futurista mais presente que sempre fez parte da atração da PCX.

 

A iluminação integral de LEDs também destaca a PCX do resto e dá-lhe um toque premium. O farol é novo e apresenta uma luz diurna de condução caraterística de 5 linhas estreitas dispostas em paralelo. A luz traseira em X complementa este design e recorre à tecnologia multi-ótica para lhe conferir um efeito 3D intenso.

 

Todas as linhas e ângulos foram redesenhados com subtileza, criando um efeito dramático. A carenagem dianteira é ostensiva na parte superior mas arredonda elegantemente na parte da cintura; juntamente com o para-brisas ligeiramente mais escuro e maior, a carenagem oferece maior proteção contra os elementos atmosféricos sem ser demasiado volumosa.

 

O banco é contornado, tanto para o condutor, como para o passageiro e é fácil chegar com os pés ao chão; há ainda 300 mm mais de espaço para os pés à frente e dos lados. A altura do banco manteve-se nos 765 mm mais continua a ser muito fácil de se sentar ao guiador, com apenas 540 mm de altura.

 

As linhas arrebatadas ocultam maior espaço debaixo do banco. Os 2,4 litros extra sobem o volume total para os 30,4 litros – perfeito para um capacete integral e mais. Agora também encontramos uma ficha USB do tipo C no porta-luvas no lugar da anterior ficha para acessórios; esta ficha permite ligar um smartphone ou um outro dispositivo móvel compatível. Até a tampa de enchimento do depósito de combustível foi redesenhada, agora com espaço para colocar o tampão do depósito.

 

O sistema Smart Key é uma nova adição à PCX125 de 2021. Para além de controlar o botão da ignição e a tranca do compartimento de bagagem, também gere a top case Smart (opcional de 45 litros). Com a Smart Key no bolso do condutor, a top case destranca e tranca automaticamente quando o condutor se afasta. A top case também pode ser trancada com a chave.

 

A nova disposição do painel de instrumentos "widescreen" apresenta todas as informações de forma ordenada e consistente, num formato de fácil leitura. O painel LCD negativo inclui informações de velocidade, conta-quilómetros totalizador e conta-quilómetros parcial e indicadores de nível do combustível, consumo e sistema Idling Stop de paragem do motor ao ralenti.

 

O guiador é largo e cromado, outra assinatura caraterística da PCX. Montado em apoios tradicionais (com borracha de densidade otimizada), este guiador oferece uma excelente capacidade de condução em cidade e confere à PCX um toque retro elegante.

 

As pegas para o passageiro foram melhoradas. Este novo formato é mais delgado, o que permite poupar 310 g em relação ao design anterior; o passageiro continua a ter onde se agarrar de forma segura e confortável.

 

3.2. Motor

 

  • Mais potência do novo motor eSP+ SOHC, quatro válvulas e arrefecimento por água
  • Para 2021, a PCX 125 inclui o Sistema Honda de Controlo de Tração Regulável da Honda (HSTC)
  • O motor recebe um sistema de paragem ao ralenti (Idling Stop) e tem homologação EURO5

 

O novo motor eSP+ (enhanced Smart Power Plus) SOHC de quatro válvulas e refrigeração líquida da PCX125 debita uma potência de 9,2 kW às 8.750 rpm e 11,8 N·m de binário às 6.500 rpm. O diâmetro e o curso são de 53,5 x 55,5 mm e a relação de compressão é de 11,5 : 1 (por oposição a 52,4 x 57,9 mm e 11: 1 do motor anterior). O curso mais curto não só deixa espaço para as duas válvulas extra, como também reduz ligeiramente o atrito.

 

As acelerações com a PCX parada e as recuperações melhoraram ambas; a PCX chega facilmente aos 90 km/h. A velocidade máxima é de 98 km/h. E, graças à maior eficiência de combustível desta unidade, aproximadamente 2,10 l/100 km (47,6 km/l) e ao depósito de 8,1 L, a autonomia é de cerca de 385 km entre abastecimentos.

 

Uma tecnologia adicional – nova na PCX – para aumentar a confiança do condutor em condições de chuva é o sistema de controlo de tração variável (HSTC); este sistema funciona em segundo plano gerindo subtilmente a tração da roda traseira. Há um indicador "T" que pisca no painel de instrumentos quando o sistema HSTC está a reduzir ativamente a patinagem da roda; este sistema pode ser desligado completamente.

 

O motor eSP+ da Honda está repleto de tecnologias de baixo atrito; a disposição inteligente dos elementos, por exemplo, a bomba de óleo (incorporada no bloco) ajuda à eficiência geral. A câmara de combustão é compacta e o sistema de injeção PGM-FI – com corpo de aceleração de 28 mm de diâmetro, 2 mm maior – otimizam a velocidade da combustão e o arrefecimento do motor.

 

O cilindro é descentrado, algo que também contribui para a redução do atrito entre o pistão e a parede do cilindro, transmitindo as forças da combustão de forma muito mais eficiente. A camisa "espinhada" de ferro fundido – com micro-extensões na superfície – controla a distorção no diâmetro interior do cilindro. Este design baixa a tensão nos segmentos e reduz o atrito. O novo tensor hidráulico da corrente da distribuição melhora ainda mais a eficiência do motor, reduzindo as vibrações internas e melhorando a economia de combustível.

 

Este motor usa injetores de óleo para o pistão – tal como a moto de MX de competição, a CRF450R – mantendo um arrefecimento consistente. Desta forma, pode-se avançar a ignição e evitar anomalias na combustão, por exemplo, a detonação ou o "grilar" do motor. O elevador do tensor hidráulico da corrente da distribuição evita que a corrente vibre, controlando o ruído e reduzindo o atrito.

 

O radiador de alta eficácia – integrado na parte exterior do lado direito do bloco do motor – usa uma ventoinha pequena e de baixo peso, reduzindo ainda mais as perdas por atrito e os consumos de energia. A resistência ao rolamento dentro da caixa foi reduzida pela utilização de três rolamentos principais de baixo atrito, todos desenhados para suportarem as suas cargas individuais. A embraiagem otimizada – tal como as polias – complementam as melhorias e o aumento nas performances.

 

O alternador e o motor de arranque são uma só unidade sem escovas e de controlo eletrónico; este componente integrado está montado diretamente na extremidade da cambota, servindo estes dois propósitos: carregar a bateria e colocar o motor a trabalhar. Para esta última função, o acionamento é direto, eliminando-se assim ruídos com o engrenamento dos dentes dos carretos.

 

O sistema Idling Stop pára automaticamente o motor após três segundos de funcionamento ao ralenti com a scooter parada e os travões aplicados; quando se roda o punho do acelerador, o motor arranca outra vez. A sua utilização é muito suave e fácil, graças ao alternador/motor de arranque e ao mecanismo de retorno da cambota que a recoloca em posição antes da admissão e ao mecanismo de descompressão que anula a resistência ao arranque provocada pela própria compressão do motor. Este sistema consegue "ler" o estado de carga da bateria e desativa-se automaticamente para evitar descarregá-la em demasia.

 

A atualização de 2021 inclui ainda tampas no motor e um braço oscilante redesenhados, que complementam o novo estilo. As revisões na estrutura interna do silenciador e o reposicionamento do catalisador melhoraram o desempenho de purificação dos gases do escape, ajudando a conseguir a homologação EURO5.

 

3.3. Ciclística

 

  • Novo quadro, oferece elevados níveis de durabilidade e agilidade
  • Os dois amortecedores traseiros possuem molas de maior diâmetro e mais curso, para maior conforto
  • As jantes novas e elegantes complementam o restyling; os pneus são mais largos e aumentam a aderência

 

A nova PCX125 tem um quadro tipo berço duplex em aço; este quadro foi agora redesenhado e concebido para oferecer a durabilidade necessária para os rigores da vida urbana, mas sem perder a capacidade de manobra na cidade pela qual a PCX sempre foi famosa e pela sua facilidade de utilização e posição de condução descontraída.

 

A distância entre eixos é de 1.315 mm, com 26,30° de ângulo da coluna da direção e 80 mm de eixo de arraste (trail). O peso em ordem de marcha é de apenas 130 kg. As duas jantes têm um design novo e elegante que complementa a ciclística; a unidade traseira está agora 1 polegada mais pequena, com 13 polegadas. Os pneus são mais largos, 110/70-14 à frente e 130/70-13 atrás (antes, 100/80-14 e 120/70-14, respetivamente).

 

A forquilha dianteira de 31 mm, com o seu curso de eixo de 89 mm permaneceu inalterada, mas os amortecedores traseiros têm mais 10 mm de curso, agora 95 mm; as molas também são mais rijas, para uma condução mais confortável nas ruas irregulares das cidades.

 

O travão dianteiro tem um disco de 220 mm e uma pinça de dois êmbolos e é complementado por um travão traseiro de tambor com 130 mm; o ABS de um canal tem ação no travão dianteiro.

 

  1. Acessórios

 

Está disponível toda uma gama completa de acessórios genuínos para a PCX 125, incluindo um pára-brisas e uma top case Smart de 35 L.

 

<iframe width="650" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/ASqrYm7oFq4" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>

Disponibilidade: Sob Consulta

3 250,00 €
  • Comparar
  • */ ?>

    Seja o primeiro a analisar este produto

    * Campos obrigatórios

    3 250,00 €

    Etiquetas de Produtos

    Utilize um espaço para separar as etiquetas. Utilize aspas simples (') para frases.